LAB GENOCÍDIO NEGRO

Em 2018, no mês da consciência negra, abordamos um tema que infelizmente ainda é recorrente durante todo o ano: genocídio da juventude negra. Para entender quais são as muitas formas de genocídio e como elas se dão no Brasil, convidamos Andreza Delgado, que estuda encarceramento em massa, Francilene, do movimento Mães de Maio, Ronaldo do Centro de Mídia e coletivo Desenrola e Não me Enrola e o Wellington, que estuda Ciências Sociais e presenciou uma chacina.

Além de compartilhar experiências, cada convidado também dividiu o que vê como possibilidade de resolução do problema, além de fazer provocações às organizações que trabalham com juventudes, para que se conscientizem de sua responsabilidade em garantir acessos às juventudes negras. A partir deste LAB, construímos uma campanha nas nossas redes sociais e uma newsletter temática, que contou com um guia de práticas para organizações, teste de sobrevivência com base em casos reais de mortes de jovens negros e indicações de projetos a serem apoiados.

Encontro com as juventudes

Desta vez nos encontramos com as juventudes na ETEC Ferraz de Vasconcelos, em fevereiro de 2019. Devido a participação de mais de 100 jovens, nós convidamos o sociólogo Túlio Custódio para dar uma palestra sobre Genocídio da Juventude Negra. E ainda com este formato, foi possível perceber grande engajamento e interesse dos jovens em aprender e discutir esta temática.

1/6
CONTATO

Quer compartilhar com a gente alguma oportunidade? Quer saber um pouco mais do nosso trabalho? Tem alguma dúvida? Então vamos trocar!

E-mail: comunicacao@emmovimento.org.br