NOSSOS

Projetos

 

lab

metodologia

Rodas de conversas para aprofundar com sabedores sobre algum tema determinado previamente, levantando provocações e discussões, com objetivo prático de poder traduzir e disseminar ainda mais aquela temática entre juventudes e organizações.

CAPA-SAUDE-MENTAL.png
CAPA-GENOCIDIO-DA-JUVENTUDE-NEGRA.png
CAPA-REFORMA-DO-ENSINO-MÉDIO.png
CAPA podcast.png
CAPA RELATORIO-COMUNICATHON.png
 

newsletter

Entre as várias frentes que compõem os objetivos do Em Movimento, uma delas é a mobilização de diferentes juventudes para que possam se conectar entre si e com as oportunidades disponíveis. 

Assim, em abril de 2018, foi lançado o Movimente-se!, uma newsletter mensal com o objetivo de disseminar oportunidades de formação, estágios, editais, cursos e debates que possam agregar às narrativas e às buscas dessas juventudes. 

A ideia de criar esse boletim informativo veio do desejo da rede de organizações de intensificar ainda mais o suporte dado aos jovens, e da vontade de oferecer possibilidades para que eles possam transformar o mundo, a partir do seu desenvolvimento e do seu engajamento nas oportunidades oferecidas pelo campo social.

Já contando mais de dez edições, a Movimente-se! se tornou um veículo de comunicação tão importante para o Em Movimento que a equipe resolveu aproveitar esse canal para divulgar outras informações.

Em cada newsletter, além das oportunidades, também compartilhamos conteúdos de diferentes temáticas de interesse  dos jovens. Além disso, de quando em quando aproveitamos para contar um pouquinho sobre os outros projetos do Em Movimento, como sobre o desenvolvimento da pesquisa Atlas das Juventudes.

Abaixo você consegue o link de todas nossas news produzidas até agora. (:

movimente-se! especiais

movimente-se! oportunidades

Para receber nossa newsletter mensalmente, só se inscrever aqui com seu e-mail. (:

imersões

roda gigante

Uma das realizações mais importantes do Em Movimento no ano de 2018 foi o começo da construção de uma grande pesquisa nacional sobre o perfil das juventudes brasileiras. Para traçar esse esboço, a equipe convidou diversas organizações para uma primeira imersão do ano, que aconteceu no dia 13 de junho na Areté - Centro de Estudos Helênicos.

A ideia era discutir o que já se sabe e o que ainda é necessário descobrir sobre essas juventudes, pensando desde suas diferentes faixas de renda até seus sonhos. Percebeu-se que já há sim muitas hipóteses, ainda que não hajam dados embasados em pesquisas que as suportem: as juventudes são plurais, diversas e abertas a novas experiências.

 

É preciso ouvir o que apenas os jovens poderiam responder. Por isso que a equipe do Em Movimento juntamente com Adriana,  Ricardo Leal e Sabrina Fernandes do Instituto Arapyaú, Alana e Marina Frota do Atados, Alexander Júnior da NCN USP, Amanda Pereira e Jonas Figueiredo do Coletivo Encrespados, Antonio Sagrado e Helena Singer da Ashoka, Bruninho Souza do Núcleo de Jovens Políticos, Bruno Dias do TETO, Caio Cordeiro do Juntos.com.vc, Daniel Quintero do Pense Grande, Evelyn Gomes do LabHacker, Gabriela Toso da AIESEC, João Caires do Impact Hub, Juliana Vaz do Centro Paula Souza, Kadu Braga do São Mateus Em Movimento, Laís Boto do Instituto Fazendo História, Marcus Barão do CONJUVE, Mariana Campanatti do Imagina, Mathaus e Nayara do Engajamundo, Professor Monteiro do Centro Paula Souza, Rodrigo Alonso do Instituto Elos, Ruth Goldberg e Talita André da Fundação Arymax, Tiago Gomes da Fundação Telefônica, Tony Marlon do Historiorama, Vitor Motomura da Maniê, Wel do Choice e Wellington do Pró-líder, com facilitação de Ana Carolina Martins do Visionários da Quebrada e Rafael Ucha do Flowmakers, discutiram o que era preciso saber além das hipóteses e estatísticas.

 

Ficou curioso para saber o que mais rolou durante essa imersão? Abaixo tem um vídeo contando um pouco como foi:

E aqui também temos o relatório que produzimos com mais detalhes:

 

o que já fizemos

juntadas

As juntadas foram encontros promovidos em 2014, por um grupo de instituições (Instituto Arapyaú, Asas, Social Good Brasil, Elos e Ashoka), com o objetivo de encontrar jovens transformadores de todo o Brasil. Por isso, os encontros aconteceram em Brasília, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre e Manaus, e, em cada região, haviam “juntadores” específicos. 


Em cada cidade, as estratégias de divulgação e dinâmicas acontecia de uma forma específica, levando em consideração as necessidades das juventudes locais. As experiências de cada região foi compilada em um relatório, que pode ser acessado aqui:

happy hour

O nome Happy Hour vem da proposta inicial do Em Movimento, que era convidar os jovens para nossos encontros e finalizá-los com apresentações culturais também feitas por jovens, como shows, slams, saraus. Em 2018, porém, o Happy Hour ganhou um novo formato, e passou a ser realizado em parceria com as Escolas Técnicas Estaduais, dentro dos próprios prédios das ETECs. Além disso, os temas sugeridos no mapeamento que fizemos com lideranças jovens apontaram para assuntos mais densos, como saúde mental e genocídio da juventude negra, o que nos levou a iniciar uma reformulação do nome Happy Hour para Encontros com as Juventudes, ainda provisório. 

 

O objetivo desses Encontros, porém, ainda é o mesmo: garantir a escuta das juventudes sobre temas propostos por eles mesmos, e, a partir disso, produzir materiais relevantes. 

festival em movimento

Realizado em fevereiro de 2017, no Impact Hub, o Festival do Em Movimento conectou jovens e organizações engajados na transformação social. Voltado para quem ainda não sabia por onde começar, mas queria atuar socialmente, e para quem já atuava nesta área e buscava colaboradores, o Festival contou com rodas de conversa com organizações do terceiro setor, shows e experiências práticas.

CONTATO

Quer compartilhar com a gente alguma oportunidade? Quer saber um pouco mais do nosso trabalho? Tem alguma dúvida? Então vamos trocar!

E-mail: comunicacao@emmovimento.org.br