SOBRE O ATLAS DAS JUVENTUDES

 

O Atlas das Juventudes tem a missão de produzir, sistematizar e disseminar dados sobre as juventudes, para que sejam feitos os investimentos certos, da maneira correta e no tempo adequado para ativar o potencial da maior geração de jovens da história do país e, consequentemente, permitir o seu pleno desenvolvimento, construindo caminhos para um presente e futuro mais inclusivo e próspero para todas as pessoas.

 

É uma plataforma de trabalho para quem atua na formulação, implementação, monitoramento e avaliação de políticas públicas, estratégias, programas, projetos e iniciativas para as juventudes no Brasil.

A CONSTRUÇÃO DO ATLAS DAS JUVENTUDES

Realizamos um importante estudo social, envolvendo algumas das mais relevantes instituições e pesquisadores do país. Reunimos uma base sólida de evidências, construímos ferramentas, produzimos análises e apontamos perspectivas, em diferentes formatos e linguagens, acessíveis para diferentes agentes da sociedade, com um único objetivo: promover e garantir os direitos das juventudes e fortalecer o seu lugar como protagonistas para o desenvolvimento do Brasil.

 

Além dos relatórios finais desse grande estudo social, a plataforma do Atlas das Juventudes ainda reúne duas outras importantes iniciativas para a produção de conhecimento sobre as juventudes, a Pesquisa Juventudes e a Pandemia do Coronavírus e a Global Opportunity Youth Network – GOYN.

ETAPAS

QUANTITATIVA

A primeira etapa do Atlas das Juventudes foi desenvolvida com o Centro de Políticas Sociais da Fundação Getúlio Vargas (FGV Social), com a coordenação do professor e pesquisador Marcelo Neri. Nesta primeira fase trabalhamos no processamento, atualização e sistematização das principais bases de microdados do país e, em alguns casos, do mundo. Construímos panoramas, simuladores, mapas e diversas projeções populacionais, com dados de cidades, de todos os estados e regiões do Brasil.. Para saber mais detalhes, acessar outros dados exclusivos, análises  e entrevista do Professor Marcelo Neri, fundador e diretor do Centro de Políticas Sociais e coordenador dessa etapa, acesse aqui

QUANTITATIVA.png

QUALITATIVA

Após o intenso mergulho que demos nas grandes bases de dados, iniciamos a segunda etapa do Atlas das Juventudes, com a TALK INC. A etapa qualitativa foi coordenada pela Carla Mayumi, da Talk Inc. Através de uma pesquisa online (survey), buscamos conhecer as diferentes narrativas dos jovens brasileiros. Além de gênero, sexualidade e raça, informações sobre família, escolaridade, religiosidade, trabalho, visão de mundo, mentalidade e nível de conexão tecnológica também foram levados em conta nas escolhas dos entrevistados, com o objetivo de garantir diversidade de vozes e vivências. Para saber mais detalhes, acessar outros dados exclusivos, acesse aqui.

QUALITATIVA.png
BIBLIOTECA.png

RELATÓRIOS

Por fim, a terceira etapa, coordenada pela pesquisadora Laura Boeira, do Instituto Veredas, sistematizou e avaliou as evidências com o objetivo de propor caminhos possíveis para os principais desafios enfrentados por jovens no Brasil, além de consolidar e incorporar os dados de evidências coletados através de pesquisas e construir uma biblioteca online com publicações, vídeos e sites sobre as juventudes, a Biblioteca das Juventudes. Também foram realizadas entrevistas e oficinas com especialistas, lideranças de diferentes setores e com jovens. Com o Instituto Veredas ainda produzimos a Agenda Municipal com e para Juventudes e o Relatório Final do Atlas das Juventudes. Para saber mais detalhes, acessar o relatório final e os outros materiais disponíveis pra download, acesse aqui.

VÍDEO INSTITUCIONAL

BARRA-DE-LOGOS-ATLAS-DAS-JUV--2021 (1).p
LOGO EM MOV SEM FUNDO BRANCO.png
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branco Twitter Ícone